Equipe QE

Rodrigo “Genja” Chinaglia

Rodrigo “Genja” Chinaglia “Abridor de vias” inveterado e Fundador da Quero Escalar

Rodrigo Genja escalando em uma das Falésias no entorno de São Carlos, SP.

O fundador do conceito “Quero Escalar” de Loja e Escola de escalada, Rodrigo (Ou Genja, como todos o conhecem) começou sua relação com as atividades outdoor aos 8 anos no CUME (Centro Universitário de Montanhismo e Excursionismo) por influência de seu irmão mais velho que foi membro fundador e junto ao grupo haviam acabado de colocar as primeiras agarras na parede de escalada hoje conhecida como Caixa d´água, na área norte da universidade federal em São Carlos. Aos 17 anos começou a trabalhar como Guia de Rafting num clube de campo localizado às margens da represa do Broa, em Itirapina em 2001. Em 2004, durante seu segundo ano de faculdade, voltou a ter contato com escalada depois de um longo hiato e nunca mais parou. De lá pra cá tem mergulhado cada vez mais fundo no universo vertical, sendo aficcionado pelo prazer de escalar, pelas técnicas de segurança, os equipamentos de escalada e a abertura de vias.

Durante o período em que fazia sua graduação em Engenharia Ambiental na USP, trabalhou como guia de atividades de montanha (Rafting, Arborismo, Canyoning, Bóia-Cross e Escalada) na cidade de Analândia pela empresa Bixo do Mato, e montando paredes de escalada e ministrando cursos de escalada pela Quinto Elemento em São Carlos, à qual deve muito do seu aprendizado profissional e conhecimento técnico. Foi nessa época também que ele começou a vender equipamentos de escalada de maneira informal. Após graduar-se como engenheiro ambiental trabalhou 2 anos exercendo a profissão porém ouviu o chamado: Largou a estabilidade, o estresse, a politicagem e a rotina do escritório de engenharia para montar uma empresa onde pudesse praticar sua paixão cotidianamente.

Escalando em Rodellar na Espanha durante ano sabático em que morou lá.

Tirou um ano sabático morando na Espanha, voltou para São Carlos e fundou a Quero Escalar. A partir de então passou a oferecer equipamentos de escalada não mais apenas para a comunidade local mas para todo o Brasil através do site, que hoje tem clientes e faz envios para todo o país.

Como consequência desta oferta surgiu também a demanda por qualificação pelos escaladores da região, o que naturalmente nos motivou a a oferecer o famoso Curso Básico da Quero Escalar, que por mais de 5 anos tem formado dezenas de escaladores na região de São Carlos, Piracicaba, Franca e arredores.

Com o tempo os negócios foram se expandindo, a comunidade escaladora na cidade cresceu e em 2017 havia a necessidade de um lugar para treinar mais especializado do que a Ufscar, construindo então ainda na garagem de sua casa a primeira parede de escalada negativa (22º) onde começou a oferecer treinamento técnico e físico específico para escalada para algumas pessoas, no início amigos mais próximos. A paixão pelo treinamento foi imediata e no mesmo ano Genja prestou Enem e entrou no curso de Bacharel em Educação Física na Ufscar. Logo após a matrícula recebeu a proposta de montar uma parede de Escalada mais elaborada na GO Academia vertical, onde atua como treinador e routesetter desde o início de 2018. Para aqueles que não são de São Carlos também oferece treinos planificados à distância, possuindo planilhas, vídeos, fotos e tabelas com exercícios específicos gravados por ele mesmo para todos os escaladores que querem evoluir na escalada, considerem-se estes atletas ou não.

Além dessa trajetória profissional, o que mais lhe orgulha e empolga é o desenvolvimento da escalada através da abertura de vias, setores e novos picos de escalada, sendo atualmente um dos maiores entusiastas na abertura de vias do interior de São Paulo. Começou suas primeiras conquistas em um pico de Escalada que hoje encontra-se com acesso proibido pelo proprietário, e logo em seguida passou a abrir as primeiras vias da Invernada, e explorar o potencial do Cuscuzeiro e Itaqueri da Serra (Que em 2020 continua com acesso restrito). É também autor do “Guia Completo de Escalada do Cuscuzeiro“, no qual descreve detalhadamente todas as vias do local.

Em seu Currículo conta com a abertura da primeira via de vários picos consagrados como o Pico do Mané (onde pode abrir mais de 40 vias) em Franca (Patrocínio Paulista), Mineiros do Tietê, Fazenda Rochedo em Brotas e Fazenda Invernada e a Caverninha em São Carlos.

Abrindo a via “A primeira de Muitas” no terceiro andar de Arcos

Além disso junto ao Grupo de Trabalho (GT) dos escaladores locais, esteve presente na estruturação e abertura de novos setores como o terceiro andar no Rastro de São Pedro e o setor Mundo Novo em Arcos, Setor da direita da Cachoeira no pé Vermelho em Águas da Prata, o terceiro setor do Colorido em São Pedro, setores 2,5 e 3º em Itaqueri da Serra e mais recentemente a Falésia de Descalvado.

São mais de 200 vias de escalada abertas, que se somadas totalizariam mais de 4km de escalada.

quantidade de vias abertas pelo genja quero escalar estatisticas picos de escalada

Estatísticas das vias abertas pelo Genja por pico de Escalada

E durante todo esse tempo também houveram várias viagens internacionais para renomados picos de escalada como Argentina, Espanha, Itália e França. Com a experiência que ganhou conhecendo as falésias destes lugares é que tem equipado e buscado novos lugares para seguir desenvolvendo a escalada através da abertura de vias  e points novos de escalada na região.

Atua também no fomento às atividades de escalada através do CUME, grupo com o qual teve os primeiros contatos com escalada e do qual participa até hoje ativamente oferecendo as monitorias de introdução à escalada para pessoas que querem conhecer o esporte gratuitamente e participando e oferecendo oficinas de técnicas de segurança junto ao corpo de associados do grupo e colaborando também com os mutirões de manutenção do espaço. Inicialmente também fez parte como entrevistador do Programa CUME.FM pela radio Ufscar, programa que entrevista personalidades da área de atividades ao ar livre.

https://www.instagram.com/p/BpGFCjQhsNN/

No passado já teve apoio da Âncora Sistema de Fixação, da Bronet do Brasil, representante brasileira da marca de mochilas Osprey. Atualmente possui apoio da Spyffer, fabricante das melhores sapatilhas do mercado Brasileiro.

Vídeos

Postagens relacionadas

0 pensamentos sobre “Rodrigo “Genja” Chinaglia

  1. belleza disse:

    o genja, sou aqui do GEEU Campinas, vc não teria uma five ten 38?
    abç

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.